março 11, 2006

Grande bebedeira

A Polícia Federal do Brasil diz que a representação diplomática angolana em Brasília comprou dez vezes mais uísque que as congéneres dos países ricos. A embaixada de Angola em Brasília é uma das representações diplomáticas alegadamente envolvidas num esquema de contrabando de artigos de luxo que serviam a alta sociedade da capital brasileira. Segundo a Folha de São Paulo, as investigações da Polícia Federal indicam que a embaixada angolana em Brasília comprou cerca de 9.000 litros de uísque nos últimos dez meses, volume quase 10 vezes superior a compras do produto efectuadas por embaixadas de países ricos, o que dá uma média de 900 litros por mês. A Embaixada dos Estados Unidos consome uma média de 80 a 90 litros por mês, dez vezes menos que a representação de Angola.

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home